No futuro, tratamento contra o câncer deverá combinar dois tipos de imunoterapia, sugere estudo da USP

Segundo um artigo de revisão produzido por pesquisadores do campus de Ribeirão Preto da USP, a tendência aponta para uma sinergia entre abordagens genéticas e farmacológicas

Deixe um comentário